sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Dominando nossos impulsos - Por Ana Nóbrega

Hoje gostaria de compartilhar com vocês, algo que li no blog da Ana Nóbrega, que é muito propício para os nossos dias, pois como estamos e andamos estressados e irritadiços.

Segue na integra o post:

Dominando nossos impulsos

 
Oi Povo de Deus!

Gosto sempre de chamá-los assim pra me lembrar que vocês são rebanho do Senhor! Tem muita gente precisando fazer este exercício…

A carapuça lhe serviu? Não se precipite! Olha o que a Palavra diz:

Lembrem disto, meus queridos irmãos: "Cada um esteja pronto para ouvir, mas demore para falar e ficar com raiva. Porque a raiva humana não produz o que Deus aprova."
Tiago 1.19-20 NTLH

(Kkk)

Espero que tenha entendido meu gancho! Se não, esqueça isso e vamos prosseguir.

Certa vez, dentre milhares, a raiva quis me dominar. Fiquei sabendo de pecados na vida de alguém que caminhava bem junto a mim, atitudes que eu jamais poderia imaginar, e o meu primeiro pensamento foi o de entortar o pescoço do “fulano de tal”. Graças a Deus pelos exercícios de paciência que temos a disposição (contar de um até dez em mandarim, respirar fundo e etc…), e pelo Seu Santo Espírito que fez brotar o domínio próprio nesta situação. Me guardei de emitir uma opinião sobre o assunto até que o Senhor me desse uma direção, pois o que mais importava ali não era o fato desse amigo ter me escondido suas falhas de caráter, mas sim, o perdão do Senhor e sua restauração completa.

Vi recentemente no jornal, uma matéria que trazia um caso interessante: um consumidor se sentiu lesado e resolveu denunciar o fornecedor mas, na sua ira, disse palavras horrorosas e de baixo calão na internet, ofendendo moralmente os prestadores de serviço, e tudo o que conseguiu foi sair da posição de vítima para a de réu, na visão do ministério público. Perceberam o que a raiva fez? Tirou aproximadamente R$ 9.000,00 (o valor estipulado da muita por danos morais) desse cidadão que se excedeu na forma de reclamar seus direitos. Valeu a pena? Claro que não!

Ah, como é difícil segurar os impulsos! Na hora da raiva a gente perde o controle, fala o que quer e ouve o que não quer. Depois, queremos correr atrás do prejuízo… Infelizmente, a gente sempre anda na contramão do que a Palavra diz. Eu oro para que, em nome de Jesus, Deus nos conforme cada dia mais a imagem e semelhança do Seu filho, que era manso e humilde de coração.

Quanto a situação junto ao meu amigo, tenho certeza de que o Senhor me deu toda a sabedoria que eu precisava para tratar aquele caso. Eu ouvi todas as partes envolvidas; orei muito ao Pai e recebi dEle o amor que perdoa e libera; que recebe de volta; que investe e acredita novamente. Hoje, todas as partes envolvidas estão restauradas e vivendo na presença de Deus. Aleluia!

Vamos vigiar, povo de Deus! Vamos ouvir mais e falar somente o que vier da parte do Senhor pois é a Sua Palavra que liberta; é a Sua justiça que traz a paz.

Um abraço da Nóbrega.

Este post foi publicado em Blog em 24 out 2013 por admin.

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © 2014 <>< S E R E S P A P E F I C O ><> | Designed With By Blogger Templates | Distributed By Gooyaabi Templates
Scroll To Top