terça-feira, 23 de abril de 2013

Por que, Por quê, Porque ou Porquê?

Creio que seja de extrema valia aprendermos a utilizar a escrita da forma correta, pois parece que o que está na moda hoje, o ser "cool" é escrever errado, abreviar todas as palavras... Se você está conversando em bate-papo, é aceitável, mas quantos levam isso para seus ambientes de trabalho. Escrevem e-mails sem nenhuma cautela quanto a sua escrita, se esquecem de como escrever de maneira formal. Claro que nem sempre vamos escrever corretamente, mas não nos custa nada tentar. Afinal, passamos mais dez anos na escola de ensino primário, fundamental e médio, aprendendo a escrever, entre outras coisas. Provavelmente, após este post,  vou precisar revisar meus escritos e me atentar para os que viram.

O uso dos porquês

Uma das minhas maiores dificuldades ao escrever é com relação a utilização dos "Por que, Por quê, Porque ou Porquê?". Por esse motivo, decide compartilhar uma explicação quanto a forma de utilização de cada tipo. Existem várias formas de diferenciar a forma exata de utilizar os porquês, entenda em quais situações utilizar cada um. O uso dos porquês é um assunto muito discutido e traz muitas dúvidas. Com a análise a seguir, existe a pretensão de esclarecer o emprego dos porquês para que não haja mais imprecisão a respeito desse assunto. 

Por que

O por que tem dois empregos diferenciados: Quando for a junção da preposição por + pronome interrogativo ou indefinido que, possuirá o significado de “por qual razão” ou “por qual motivo”:

Exemplos: Por que você não vai ao cinema? (por qual razão)
                 Não sei por que não quero ir. (por qual motivo)

Quando for a junção da preposição por + pronome relativo que, possuirá o significado de “pelo qual” e poderá ter as flexões: pela qual, pelos quais, pelas quais.

Exemplo: Sei bem por que motivo permaneci neste lugar. (pelo qual)

Por quê

Quando vier antes de um ponto, seja final, interrogativo, exclamação, o por quê deverá vir acentuado e continuará com o significado de “por qual motivo”, “por qual razão”.

Exemplos: Vocês não comeram tudo? Por quê?
                 Andar cinco quilômetros, por quê? Vamos de carro.

Porque

É conjunção causal ou explicativa, com valor aproximado de “pois”, “uma vez que”, “para que”.

Exemplos: Não fui ao cinema porque tenho que estudar para a prova. (pois)
                Não vá fazer intrigas porque prejudicará você mesmo. (uma vez que)

Porquê

É substantivo e tem significado de “o motivo”, “a razão”. Vem acompanhado de artigo, pronome, adjetivo ou numeral.

Exemplos: O porquê de não estar conversando é porque quero estar concentrada. (motivo)
                 Diga-me um porquê para não fazer o que devo. (uma razão)

Por Sabrina Vilarinho, graduada em Letras.

2 comentários:

  1. Muito legal como você varia o conteúdo, mas é sempre relevante ! parabéns

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Fer pelos seus comentários. Sempre me incentivam a continuar!

      Excluir

Copyright © 2014 <>< S E R E S P A P E F I C O ><> | Designed With By Blogger Templates | Distributed By Gooyaabi Templates
Scroll To Top