sábado, 20 de abril de 2013

#DoeSANGUE


Doar sangue é doar vida! Doar sangue também é amar ao próximo. É amor ao próximo! 

Talvez você não precise de uma transfusão de sangue, mas existem milhares de pessoas que necessitam. Talvez você não tenha dimensão da alegria daquele que recebe seu sangue!

Os bancos de sangue de todo o país estão sempre com déficit de abastecimento. Uma das causas do problema é a falta de informação da maioria das pessoas, que cercam a doação de sangue de mitos, entre os quais de que o sangue engrossa ou afina após a doação.

Em vez disso, o ato de doar sangue traz benefícios a sua saúde. Segundo o médico Guilherme Deucher, presidente da Sociedade Brasileira de Medicina Ortomolecular (SOBRAMO), "um estudo realizado na Finlândia mostra que a doação pode diminuir em 86% os riscos de problemas cardiovasculares no homem. A relação entre doação e a diminuição das doenças cardíacas está ligada ao excesso de ferro acumulado no sangue, que se torna um potencial agente oxidante, atuando como catalisador da geração de radicais livres, substâncias tóxicas produzidas pelo organismo". Já as mulheres têm este risco naturalmente diminuído durante o período menstrual, que elimina o excedente de ferro acumulado no sangue. 

Tá, agora que estes mitos foram desmitificados, como eu faço?

Para doar sangue, é preciso atender alguns detalhes. É preciso que você (doador), seja sincero e declare se seu sangue é saudável para utilização. A seguir, algumas informações importantes:

Intervalos de doações: Homens: 90 dias, até 4 doações por ano. Mulheres: 120 dias, até 3 doações por ano.

Requisitos básicos para doação: Estar em boas condições de saúde, ter entre18 e 65 anos, pesar no mínimo 50kg, estar descansado e alimentado (evite alimentações gordurosas nas 4 horas antes da doação) e apresentar documentos oficiais com foto (carteira de identidade, carteira de trabalho e previdência social ou passaporte).

IMPEDIMENTOS DEFINITIVOS:
- Hepatite após 10 anos de idade;
- Previdência clínica ou laboratorial das seguintes doenças transmissíveis pelo sangue: hepatites B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas ao vírus HTLVI e II, doença de Chagas e Sífilis;
- Uso de drogas ilícitas injetáveis; e
- Malária.


Prezado doador, o sangue doado é rapidamente reposto pelo organismo. Ele será submetido aos exames sorológicos para sífilis, hepatite, doença de Chagas, AIDS e também para um vírus causador de um tipo de leucemia e paralisia chamado HTLV/II. Após o resultado destes exames, o seu sangue poderá ser utilizado para o tratamento de doenças e entre outras coisas, atendidas por diversos hospitais.


Faça a sua parte!

Se Jesus não tivesse doado Seu sangue por nós na cruz, nunca teríamos vida eterna!

Pense nisso! Think about it!

Zhé Lopes

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © 2014 <>< S E R E S P A P E F I C O ><> | Designed With By Blogger Templates | Distributed By Gooyaabi Templates
Scroll To Top