sábado, 16 de novembro de 2013

O Escorpião e o Sapo

Nos últimos dias tenho pensado bastante sobre a nossa natureza. O homem tem a sua natureza caída e má, por causa do pecado, mesmo existindo dentro dele a eternidade. Cada coisa que existe foi criada para um propósito e se ela não manifestar o propósito para o qual foi criada, ela não tem serventia. O homem foi criado para manifestar, ou melhor responder ao amor de Deus. Sendo assim, entendo e mais uma vez friso aqui o texto de Romanos 8.19:

"Porque a ardente expectativa da criação aguarda pela manifestação dos filhos de Deus."

E que manifestação é essa?

É a manifestação de Jesus. A manifestação do amor.

Hoje quero compartilhar mais uma história que encontrei quando estava pesquisando sobre a de ontem, "O Escorpião e o Mestre", que desenha melhor a nossa situação de pecadores.


Um escorpião se aproximou de um sapo que estava na beira de um rio, pronto para atravessá-lo e pediu:

- Seu sapo, deixa eu pegar carona para cruzar o rio nas tuas costas? Eu não sei nadar…

- De jeito nenhum! –  respondeu o sapo – Vai que você me espeta com esse teu ferrão aí? Não quero morrer hoje não.

- Eu não vou fazer isso com você. Porque se você morrer eu vou me afogar e morro também.

-Eita, é mesmo. Sobe aí.

O escorpião subiu nas costas do sapo e foram. Quando estavam no meio do rio o sapo sentiu o ferrão venenoso furar as suas costas. Literalmente morrendo, o sapo disse:

- Mas você me prometeu! Por que???

- É a minha natureza. – respondeu o escorpião, sem remorso algum.

Autor desconhecido

* O sapo sabia que, apesar da promessa, o escorpião era escorpião. As palavras dele não o fizeram perder o ferrão venenoso. Mas ele prometeu que não iria fazer nada e o argumento dele fazia sentido. Tanto que ele também morreu. Só que ele não conseguiu não fazer o que sempre fazia. Era mais forte do que uma promessa que ele tinha acabado de fazer.

* Esse trecho foi extraído do blog do Jimmy

E essa história me faz lembrar de nós. A nossa natureza é pecaminosa e má. Por mais que tentemos mudar isso pela força do nosso braço, não vamos conseguir, pois é mais forte.

Ela serve também para ilustrar muitas situações de nossa vida. Sabemos que somos pecadores, que a nossa natureza é má, mas não queremos que ninguém haja de forma má para conosco. Queremos que as pessoas não nos julguem, nos perdoem e em contra partida, fazemos o contrário disso.

Sabemos bem que aquilo que plantarmos vamos colher, mas até que a colheita comece e vejamos os seus frutos, não teremos dimensão do que temos plantado.

"O tempo é algo que não volta atrás; portanto, plante seu jardim ao invés de esperar que alguém lhe mande flores". William Shakespeare

Que possamos prestar mais atenção em nossas sementes e tomar mais cuidado com a nossa terra.

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © 2014 <>< S E R E S P A P E F I C O ><> | Designed With By Blogger Templates | Distributed By Gooyaabi Templates
Scroll To Top